6 de outubro de 2012

Como marcar sua Bíblia - Dicas


Evite utilizar caneta esferográfica, hidrográfica ou marca-texto. O papel da Bíblia, normalmente, é um papel fininho, então, com o tempo, a tinta vai infiltrar e atravessar a folha. Ou seja, você marca o versículo que queria e o de trás, que não queria. Esse efeito é instantâneo com hidrográfica ou marca-texto, que molham a folha, infiltram e pintam muito mais que o pretendido. Use lápis, lapiseira, lápis de cor ou giz de cera, é mais preciso e seguro – e em alguns casos, é apagável.

[Eu, particularmente uso giz de cera e lapiseira com grafite 0,5 mm. Existem embalagens de giz de cera com 15 cores ou mais, o que é muito bom. E o grafite 0,5 combina melhor com letra pequena.]

Minha Bíblia marcada com o sistema de ícones e cores que detalho abaixo
Defina um critério de cores para cada assunto ou grupo de assuntos. Utilize várias cores contrastantes. Usando uma cor só, você terá mais trabalho para encontrar o verso rapidamente numa posterior consulta. A cor amarela é mais difícil de enxergar sob certas condições de luz. Também é possível fazer também uma pintura degradê.

Faça marcações diferentes, alternando entre cores, sublinhados e ícones. Você pode criar ícones e colori-los de uma só cor. Usando sublinhados, você poderá criar vários tipos: dupla, pontilhada, tracejada, ziguezague, reta, ondulada, cruzada etc. Sim, para não marcar todas as linhas de um verso, você pode fazer uma borda lateral vertical nele, ou mesmo emoldurá-lo, deixando espaço para ícones, no caso de querer combinar marcações. Porém, cuidado: se você usar várias cores e tipos de marcação em pouco espaço, vai poluir a visão do texto, atrapalhando a leitura, sem contar que a estética não ficará boa. ...Mas a Bíblia é sua, lembre-se disso!

Você pode optar por marcar: as margens ao invés do texto que está junto; o subtítulo, ao invés de um trecho ou de um texto inteiro; ou o número do capítulo, dependendo do alcance da marcação.

Crie referências cruzadas a lápis junto a versículos, conforme a sua necessidade. Para isso você deve dispor de um mínimo de espaço e de uma letra pequenina. Algumas Bíblias têm margens próprias para anotações ao lado, acima e/ou sob o texto, mas essas são volumosas e difíceis de encontrar. Algumas, ainda, oferecem umas folhas em branco no final. Caso a sua Bíblia não tenha nada disso, você pode fazer um bloquinho sanfonado de anotações a partir de uma tira do tamanho da página, e colar na parte interna de trás.

Como marquei minha Bíblia

Para mim, era importante marcá-la levando em conta as doutrinas principais da teologia cristã (salvação pela graça e evangelho, pecado, igreja, homem, Deus, Jesus, Trindade, anjos, cruz de Cristo, divindade de Cristo...), porque ajuda muito na hora de encontrar referências para defesa da fé e para a preparação de textos, aulas etc. Então, eu criei uma tirinha com relevos de ícones muito simples, cada um com cerca de 0,5 cm de altura/largura. Inventei, também, um sistema de cores para combinar com eles, para que pudessem ser reutilizados em outras passagens alterando seus significados. Assim, um anjo seria simbolizado pelo ícone do anjo azul, que lembra o céu; e um demônio ou Satanás seria simbolizado pelo anjo laranja, que lembra o lago de fogo.

Eu prefiro usar giz de cera e lápis para marcar, e utilizo o seguinte esquema:

Forma
Cor
Significado
Anjo
Azul
Anjo de Deus
Anjo
Laranja
Demônio, Satanás
Livro aberto
Marrom
Bíblia, palavra de Deus, inspiração
Sol
Laranja
Deus, pois o Senhor é sol e escudo (Salmo 84.11)
Coroa
Amarela
Jesus
Coroa
Vermelha
Atributos de divindade e Senhorio de Jesus
Chama
Amarela
Espírito Santo, como língua de fogo
Triângulo
Azul
Trindade
Caixa de Presente
Vermelha
Graça, salvação, dom
Asa
Verde
Libertação, evangelho, fé, arrependimento
Cruz
Marrom
Morte de Jesus, discipulado, sofrimento
Pac-man
Vermelho-escuro
Pecado, maldade (ideia vem de gula, egoísmo)
Número 1
Verde-claro
Unidade, cargos, igreja, ordenanças
Seta
Azul
Acontecimento escatológico alegre
Seta
Preta
Acontecimento escatológico triste

____________________________________________________

Como eu fiz as forminhas de ícones que utilizei

Material necessário
Material:
  • Papel grosso e maleável;
  • Papel de cor clara, mais fino, de preferência, que o acima; 
  • Caneta, lapiseira, borracha; 
  • Tesoura; 
  • Régua; 
  • Cola
  • Giz de cera (quanto mais cores, melhor).

1
Desenhe na cartolina pequenas formas, que serão seus ícones. Pinte-os de preto (ou de outra cor forte e escura) e recorte-os [1]. 

[Observação: O passo-a-passo foi feito em escala maior, para facilitar a fotografia e a visualização.]


2
Faça uma tira branca de cartolina com pelo menos 1,5 cm de largura. Não recorte ainda, pois o comprimento dependerá de quantos ícones você tiver feito e do tamanho deles.

Cole todos os ícones numa tira de cartolina, de cima para baixo, deixando um espaço de pelo menos 0,5 cm entre eles [2]. O ideal é que a tira seja de um papel mais fino que o dos ícones.


3
Depois de todos colados na tira, recorte-a. Ela servirá também como marcador de página [3]. 








4
Para usá-la, posicione-a, com os desenhos voltados para cima, sobre a folha de trás da que você pretende marcar, tomando o cuidado de que o ícone esteja do lado do texto a ser marcado. Passe a lateral do giz de cera como se fosse um rolo de espalhar massa. A cor destacará o ítem que está abaixo, formando o desenho ao lado do texto. Pronto [4].



5
A cor escura dos ícones na tira clara facilita enxergá-los através da folha fina da Bíblia, para que você não posicione o desenho no lugar errado. 

[No caso aqui complicou justamente porque usei papel reciclado, ao invés de papel branco.] 

É importante lembrar: 

  • Para cortar os ícones em tamanho pequeno, você pode (deve) usar estilete, porque o corte tem que ser mais preciso. 
  • Quanto mais grosso for o papel dos símbolos, melhor, porque eles vão ficar mais nítidos na marcação; porém, vai dar mais trabalho para cortar. Eu já usei papel de fichas catalográficas e papel cartão.
  • Pense em formas simples e geométricas, justamente porque o corte das figuras é o que dá mais trabalho.
  • No caso de fazer pequenas formas circulares, você pode usar um perfurador para cortar: basta abri-lo embaixo para retirar os pequenos círculos.
[!] Este não é um texto exaustivo. Talvez vocês tenham dúvidas e sugestões, e eu ficarei muito contente de ouvi-las, basta mandar um comentário. Se for necessário, vou continuar atualizando e melhorando a postagem.

Um pedido: Eu estive pesquisando na internet e não achei nada muito útil sobre dicas para marcar a Bíblia. Eu escrevi este texto porque alguns amigos insistiram. E vocês não imaginam o trabalho que deu fazer esta postagem! Então peço, encarecidamente, que se vocês forem repostá-lo ou divulgá-lo nos seus blogs, mencionem a autoria e coloquem um link para a postagem aqui no meu blog. Só assim eu poderei dar respostas  a comentários e melhorar este trabalho. Grato desde já. Que Deus abençoe a todos nós, e nos ajude a ser obreiros aprovados!

"Quanto a você, porém, permaneça nas coisas que aprendeu e das quais tem convicção, pois você sabe de quem o aprendeu. Porque desde criança você conhece as sagradas letras, que são capazes de torná-lo sábio para a salvação mediante a fé em Cristo Jesus. Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra."
– 2 Timóteo 3:14-17, NVI.    

14 comentários:

Lavínia disse...

Muito bom!

claudiopimenta disse...

muito interessante mesmo muito legal a materia isso mostra voce como uma pessoa extremamente organizada!

Milton Lopes de Oliveira Netto disse...

Gostei muito, muito, muito do post. Meus parabéns viu! Hoje eu havia comprado giz de cera pra fazer as marcações, mas não sabia como montar um esquema... teu post foi muito útil. Deus te abençoe sem medida... :-)

Avelar Jr. disse...

Obrigado, Milton!

E se você quiser compartilhar uma sugestão, estamos aí. Que Deus o abençoe, e bom trabalho com a marcação (Dá muito trabalho!)!

Avelar Jr. disse...

Olá, Cássio, tudo bem?

Tentei responder seu e-mail. Mas o servidor que entrega os seus e-mails devolveu a mensagem. Deve estar com problemas.

Gostaria de agradecer-lhe pela visita e pelo seu comentário. Fico
contente de saber que o pouco que tenho escrevido para o blog esteja
servindo para ajudar e edificar alguém, já que na maior parte do tempo
eu não recebo comentários dos leitores (o que até desencoraja um pouco
de escrever).

A Bíblia da foto é a minha Bíblia de Estudo Almeida (Revista e
Atualizada), que considero um Bíblia bem legal, com boas notas.

Essa Bíblia eu obtive através de um milagre. Na época em que eu era
estudante, não trabalhava e não tinha dinheiro. Vivia orando para
comprar uma Bíblia de Estudo, e estava olhando ela todos os dias na
internet. Um belo dia, eu passei na esquina de casa. Olhei para o
orelhão e, não sei por que, eu senti vontade de ligar para a Sociedade
Bíblica do Brasil. Liguei e perguntei o preço daquela bíblia, a moça
teve que me dizer três vezes para eu poder acreditar: R$ 12,00 com R$
3,00 de frete -- até o dia seguinte (e uma Chave Bíblica estava mais
cara!). O preço dela normal era R$ 30. Bom, daí eu a comprei, e se
tornou minha bíblia de estimação.

Fique sempre a vontade para mandar críticas também, pois quero melhorar meu trabalho.

Um grande abraço e muito obrigado.

Avelar Jr.

Cibele Bissiguini disse...

Olá
Adorei seu blog! òtima postagem! Sou desbravadora e gostaria de solicitar sua autorização para divulgar a ideia juntamente com meus amigos desbravadores! Gostamos de estudar a bíblia e fazer marcações! Mas, só o farei se autorizar! Fique tranquilo e sua autoria será respeitada e também divulgada! Deus te abençoe! Grande abraço! Maranata!

Avelar Jr. disse...

Cibele Bissinguini,

Tudo bem? Pode usar sempre que você quiser os textos do blog, mas com essas condições que se encontram no lado superior da página:

[ ! ] CONDIÇÕES DE USO DOS TEXTOS
Creative Commons License

1. você pode utilizar o conteúdo dos editores do blog sem finalidade lucrativa

2. sem modificá-lo,

3. mencionando a autoria, o endereço do blog "Não, Obrigado!" (http://www.nao-obrigado.blogspot.com) e das fontes intermediárias, se for o caso.

IMPORTANTE: Esta licença não se aplica a obras de outros autores reproduzidas aqui.

Nathália Oliveira disse...

Olá.. Gostaria de saber o significado dos outros símbolos que não estão constados na lista.
Ex: casa, lâmpada etc
Desde já, agradeço.

Avelar Jr. disse...

Oi, Nathália, tudo bem?

Obrigado pela pergunta.

Na verdade, não significam nada mas podem significar o que você quiser. São apenas sugestões para o caso de alguém achar que outras coisas podem simbolizar melhor as mesmas ideias do quadro que eu fiz, ou até outras coisas para as quais eu não atribuí um símbolo.

Por exemplo: alguém poderia achar que a casa simboliza melhor a igreja; que o peixe simboliza melhor Jesus; que o balão de fala de história em quadrinho ou a lâmpada simbolizam melhor palavra de Deus ou profecia...

Fique à vontade para sugeria outras coisas e comentar!

Guilherme D disse...

Interessante! Gostei muito da criatividade. A Paz do Senhor!

Fernando Segalla disse...

Gostei muito do seu artigo, mas eu tivesse que dividir a bíblia em 5 cores uma para cada tópico? Como vc faria?

Avelar Jr. disse...

Obrigado pela palavras, Fernando!

Pra falar a verdade, eu nem sei como te responder; porque eu não dividiria em cinco tópicos apenas. Se a gente pode dividir a Bíblia em quantos tópicos quiser, por que apenas em cinco? E quais seriam eles? Agrupariam subtópicos em cada um deles? Quantos?

Pelo que penso, tanto seria um trabalho imenso agrupar muita coisa em cada um como seria também detectar rapidamente um assunto específico dentro de cada etiqueta.

Não aconselho poucos tópicos a não ser que tenha uma razão muito boa para isto, porque não me parece prático.

Míriam Navarro disse...

Que excelente ideia! Obrigada por compartilhar!!

http://professoramiriamnavarro.blogspot.com.br/

Cláudio Antônio Furtado de Souza e Melo disse...

Muito bom. Vou aproveitar sua idéia para marcar os textos que fundamentam as doutrinas cristãs contidas na confissão de fé de Westminster.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...